domingo, 14 de outubro de 2012

Cambaleando...

Eu cambaleio entre as
possibilidades

A verdade almejada e a verdade
verdadeira se chocam.
A ruptura no ciclo do
Bem-estar me faz pensar sobre
a realidade

Posso isso, Queria aquilo... [?]
Ou seria o Contrário?
Tento focalizar e separar a
utopia do ócio criativo
A diferença entre não querer
fazer nada, e
não precisar

Morte ao planejamento.
Morte à falta de Sucesso.
Tudo acaba. Tudo Muda. Tudo some.

O quadro na minha parede,
devia me acalmar a mente,
Pessoas Calmas, num dia
muito frio no inverno de
Lugar-nenhum-coberto-de-neve.
Mas acabam por me estressar.
A calma delasc me irrita
"Será que elas não têm mais o
que fazer da Vida?"

Ter, elas têm. Precisam? Não

Esse é meu dilema.
O Dilema do porco-espinho
Rebelado
por um lado mandaria todos
à merda.
e faria o que me tornasse
feliz naquele momento
(Lê-se "melhor", ao invés de feliz)
Pelo outro lado do corrimão, empurrando
o primeiro porco-espinho escada a baixo
Temos um Hamster idiota,
Amando a todos, e
Ajudando o Mundo.
Escrever e ler, tocar, desenhar,
estudar e cantar,
OU
trabalhar, pensar antes de falar,
comer na hora certa, ajudar
e amar?

Não sei.
E nunca vou saber... [.]
Afinal, continuo cambaleando

Matheus Lima
23/08/2011

23:30 (meio tarde - de novo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário